O que os princípios ativos das plantas podem fazer por nossa saúde?



Não é recente o uso de plantas como recurso medicinal, na verdade, a raça humana não teria evoluído até aqui sem utilizar das propriedades curativas e nutricionais de ervas, frutos e muitas outras espécies vegetais. No último século, porém, a humanidade se rendeu a modernidade dos medicamentos sintéticos e sua ação rápida que, por outro lado traz tantos efeitos colaterais.


Fitoterapia é um termo que deriva do vernáculo grego, resultante da combinação entre phito (planta) e therapia (tratamento). E é um recurso que utiliza substratos naturais a fim de prevenir, aliviar ou curar uma doença. As plantas medicinais tem uma função importante para a saúde por seu incontestável teor de fitoquímicos, vitaminas e minerais que garantem a manutenção da nossa saúde.


Uma grande desvantagem que as plantas têm em relação aos demais seres vivos é que elas estão fixas no solo e, por tanto, não podem correr ou se esconder de predadores e pragas nem se proteger das mudanças bruscas do clima.


Justamente por isso, elas produzem substâncias para se defender de fungos e bactérias (ação antimicrobiana, bactericida e antifúngica), atordoar insetos e animais (aqui os efeitos vão desde calmantes, anticonvulsivantes até analgésicos a depender da quantidade e variedade consumida), sequestrar nutrientes ou atuar como anti-nutrientes (ação hipoglicemiante por exemplo) para bloquear a absorção de alimentos prejudiciais.


E nós humanos podemos nos beneficiar das muitas substâncias que as plantas produzem.

16 visualizações0 comentário
 
  • Facebook
  • Instagram

©2020 por nutrilizza .